Sobre o Projeto

Os desafios da gestão de uma sociedade segura passam pela implementação de tecnologias que permitam que, com muito menos recursos humanos e materiais, seja possível agir de forma mais proativa no combate à criminalidade.

O Projeto ‘’Sharing Cam’’ é uma iniciativa que visa alcançar 10.000 câmeras instaladas em toda a região Oeste do Paraná nos próximos três anos, com o propósito primordial de inibir ações criminosas, potencializar as ferramentas tecnológicas em prol da segurança pública e corroborar, consequentemente, para o bem-estar social. O programa será um importante aliado do poder público para prevenir, detectar e intervir em situações de ocorrências diversas além de servir de aporte para a manutenção da integridade do espaço público.

O modelo operacional do sistema viabiliza a integração das imagens com o Comando da Guarda Municipal, e podem ser compartilhadas com os demais órgãos de segurança (Polícia Militar e Civil), sendo possível a realização, em tempo real, de triagem para acompanhamentos de ações que se desenvolvem nas áreas abrangidas pelo sistema.

O projeto é montado sob uma plataforma de câmeras em nuvem onde os participantes do projeto podem gerenciar as imagens através de aplicativo e via web. 

Todo armazenamento de imagens é feito em nuvem dispensando a gravação local e melhorando a segurança com relação à guarda das imagens que poderão ser gravadas de forma ininterrupta por até 30 dias.

O acesso pode ser compartilhado com vários usuários simultaneamente, possibilitando tornar câmeras privadas acessíveis para um grupo de pessoas selecionadas. Assim é possível compartilhar imagens do estabelecimento com todos as pessoas responsáveis pelo patrimônio, ou mesmo publicamente, facilitando a fiscalização e a segurança.

 

 

 

 

 

 

 

Benefícios e Vantagens

O programa apresenta inúmeros benefícios, tanto para a sociedade e empresários, quanto para os órgãos de segurança pública das áreas de abrangência.

Sociedade

  • Sem CUSTO DE EQUIPAMENTO
  • Acesso ILIMITADO de usuários
  • Acesso através APLICATIVO ou PLATAFORMA WEB
  • FACILIDADE e AGILIDADE no acesso às imagens através da linha do tempo, facilitando o DOWNLOAD e BUSCA de imagens, caso haja necessidade
  • Integração entre TODOS OS PARTICIPANTES DO PROJETO, inibindo delitos e facilitando identificação dos envolvidos, caso ocorra
  • Acesso total às imagens e gravações por parte dos Órgãos de Segurança: Polícia Militar, Civil, Bombeiros e Guarda Municipal, auxiliando as forças de segurança na ATUAÇÃO, REPRESSÃO e INVESTIGAÇÃO de crimes
  • Instalação de PLACAS DE IDENTIFICAÇÃO nos locais de abrangência do projeto, inibindo ação delituosas
  • Georreferenciamento das câmeras possibilitando o planejamento para implantação de novas câmeras ao projeto
  • Gravação Cloud Storage – armazenamento em nuvem, assegurando a integridade e segurança das informações, servindo de subsídios materiais para investigações policiais e fomentando a dinâmica de acesso
  • Manutenção de danos NATIVO do equipamento, GRATUITA e ESPECIALIZADA
  • Quero participar

Empresas

  • Segurança para o patrimônio
  • Marketing visual, através de ADESIVOS de divulgação (30x20cm), instaladas em ambientes participantes do projeto
  • Divulgação através da plataforma online, com banner rotativo de até dois produtos, serviços ou empresas diferentes
  • Divulgação da empresa no campo EMPRESAS QUE PARTICIPAM DO PROJETO
  • As imagens das câmeras patrocinadas, poderão ser utilizadas pelas mídias locais (ex: RÁDIO, TELEVISÃO, MÍDIAS SOCIAIS e OUTROS.), podendo divulgar a empresa patrocinadora.
  • Quero ser patrocinador

Funções do Sistema

  • Alerta Pessoal

    Informa a POSIÇÃO GEOGRÁFICA do responsável pelo acionamento

    Informações
  • Aviso de Câmera Off-Line

    Comunica todos os usuários, para correção imediata em caso de falta de energia ou internet no local

    Informações
  • Chat

    COMUNICAÇÃO GRATUITA em tempo real com todas as pessoas cujo o acesso a câmera foi compartilhado

    Informações
  • Detecção de Movimentos

    Seu alarme detecta e notifica via WEB e aplicativo no celular

    Informações
  • Detect

    Permite localizar e identificar o deslocamento de pessoas na área mapeada, com inteligência artificial, tornando o videomonitoramento mais ágil e funcional.

    Informações
  • Envio de Alertas

    Facilita o acionamento de socorro diante de ocorrências, DISPARANDO ALERTA, para o Grupo de Monitoramento, Central 24 horas e os órgãos de segurança pública

    Informações
  • Leitura de Placas

    Detecção, Relatório e Comunicação com órgãos de Segurança Pública

    Informações
  • Mosaico

    Projeta 30 câmeras ao mesmo tempo, para Centrais de Monitoramento

    Informações
  • Reconhecimento Facial

    Totem de Identificação Facial

    Informações
  • Resumo Diário

    Resume diariamente as últimas 24 horas em 2 minutos

    Informações
  • Ronda

    A tela rotaciona entre os MOSAICOS criados para ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA

    Informações

Faça Parte do Projeto

Para participar do Projeto de MONITORAMENTO COLABORATIVO você pode procurar as ENTIDADES CONVENIADAS, para ter CONDIÇÕES ESPECIAIS! Abaixo escolha qual a melhor forma de participar do projeto:

  • Método de Rateio

  • Com/Sem Convênio

Escolha uma das opções acima para saber mais informações.

Convênio Método de Rateio

Para que o projeto se torne ainda mais ACESSÍVEL, poderá ser adotada a metodologia de RATEIO. Essa metodologia é aplicada as INSTITUIÇÕES CONVENIADAS, principalmente ASSOCIAÇÕES DE MORADORES, GRUPOS DE VIZINHOS SOLIDÁRIOS, ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS, etc.

Importante

  • Os valores MÍNIMOS serão estipulados na DESCRIÇÃO da campanha criada na plataforma KICKANTE.
  • O valor que aparece no canto direito da plataforma demonstra o TOTAL DE ARRECADAÇÃO já realizada para que o projeto seja implantado (inclusive a porcentagem que falta para que o projeto seja iniciado).
  • O valor da instalação poderá ser dividido pelo número de moradores aderentes, de maneira que o valor já seja fragmentado nos boletos anuais (a depender do enquadramento – associado ou não).
  • As doações poderão ser realizadas em valores INFERIORES ao previsto no CONVÊNIO por qualquer ADERENTE, porém, nesse caso, o ADERENTE poderá ter seu acesso limitado para algumas funções, como CHAT, ENVIO DE ALERTA e outras ferramentas disponíveis GRATUITAMENTE para os participantes que contribuem com os valores firmados em convênio.
  • NÃO ESTÁ CONSEGUINDO gerar BOLETO? Não se preocupe, se você conseguiu seguir todos os passos demonstrados no vídeo baixo e finalizar o formulário na plataforma do KICKANTE, todos os boletos gerados são enviados para o e-mail informado no momento que emitiu o mesmo. Inclusive, a Kickante, de forma automática, em momentos diversos e por três vezes reenvia o boleto para lembrar do pagamento.

Caso você seja parte de alguma ASSOCIAÇÃO ou ENTIDADE conveniada ao Sharing Cam, aproveite DESCONTOS ESPECIAIS nos pacotes de gravação! Faça sua adesão respondendo o questionário abaixo:

  • PROJETO BAIRRO TURISPARK - CASCAVEL (PAGAMENTO BOLETO A VISTA)

    Quem optar pelo pagamento a vista poderá utilizar a planilha em anexo para preenchimentos com os dados, o boleto será encaminhado para o e-mail informado no questionário, lembrando que será feito apenas UM BOLETO para pagamento A VISTA.

  • PROJETO BAIRRO TURISPARK - CASCAVEL (PAGAMENTO PARCELADO EM ATÉ 6X NO CARTÃO DE CRÉDITO)

    POR ESSE CAMPO O CONTRIBUINTE PODERÁ REALIZAR O PARCELAMENTO DE SUA CONTRIBUIÇÃO EM ATÉ 6X NO CARTÃO DE CREDITO.

Caso você seja parte de alguma ASSOCIAÇÃO ou ENTIDADE conveniada ao Sharing Cam, aproveite DESCONTOS ESPECIAIS nos pacotes de gravação! Faça sua adesão respondendo o questionário abaixo:

Qual pacote de gravação deseja adquirir?

Gostaria de contratar algum serviço adicional?

Os itens ACIMA são OPCIONAIS, o valor descrito no item é POR CÂMERA e POR MÊS


Preencha com seus dados

O boleto gerado será encaminhado ao e-mail confirmado no cadastro mensalmente.


Termos e condições para adesão ao projeto

CLÁUSULA PRIMEIRA – DO OBJETO

O presente contrato tem como objeto a LOCAÇÃO dos bens e equipamentos descritos abaixo de propriedade da LOCADORA, em forma de LOCAÇÃO ao LOCATÁRIO, as quais darão acesso de utilização ao Portal e aplicativo de visualização e download de imagens AO LOCATÁRIO:

Os serviços disponibilizados através do Portal são de propriedade exclusiva da Vigivel por meio do qual o USUÁRIO poderá gerir e verificar em tempo real as câmeras privadas por ele publicadas e recuperar imagens em período de tempo a ser selecionado pelo mesmo, de acordo com o pacote contratado.

Fica autorizado desde já a divulgação da Marca, Nome ou site do LOCATÁRIO no web site da LOCADORA com o objetivo de divulgação dos serviços oferecidos pela LOCADORA.

LOCALIZAÇÃO DO IMÓVEL:

A LOCADORA se obriga a prestar a LOCATÁRIO a LOCAÇÃO dos equipamentos descritos acima no imóvel localizado no endereço informado pelo LOCATÁRIO.

Parágrafo 1º. O LOCAÇÃO se dará apenas referente aos equipamentos constantes nesta cláusula, não obrigando a LOCADORA em substituir estes por outros de tecnologia mais recente.

Parágrafo 2º. O presente contrato é insuscetível de gerar a aquisição dos bens objeto da LOCAÇÃO em aquisição de propriedade por usucapião.

CLÁUSULA SEGUNDA – DA RESPONSABILIDADE DA LOCADORA

Parágrafo 1º. A LOCADORA compromete-se a fornecer, os equipamentos descritos na cláusula primeira deste contrato, a título de LOCAÇÃO e em perfeito funcionamento, para visualização através aplicativo e via Web através do endereço www.cameras.vigivel.com.br

Parágrafo 2º. Os serviços de instalação, desinstalação e assistência técnica corretiva serão realizados exclusivamente pela LOCADORA, desde que aprovado orçamento entrega ao LOCATÁRIO, quando houver custos acordo entre as partes.

Parágrafo 3º. Objetivo é a prevenção de assaltos, furtos, entre outros crimes, tornando a área mais segura, contudo o sistema não constitui-se em impeditivo de tais delitos, não responsabilizando-se a LOCADORA por eventuais danos causados ao LOCATÁRIO.

Parágrafo 4º.  Não haverá custos de MANUTENÇÃO em equipamentos locados pela LOCADORA, devendo em caso de problemas de funcionamento seguir os passos abaixo descritos;

a. Em caso de problemas com a Câmera LOCATÁRIO poderá fazer a solicitação de manutenção diretamente a VIGIVEL, com os responsáveis pelo setor de MANUTENÇÃO dela, através PORTAL DO CLIENTE ou diretamente pelos telefones comerciais da mesma;
b. Após solicitação será realizado contato prévio por telefone por parte de nosso SUPORTE TÉCNICO, realizando as seguintes orientações;
c. Verificação de ALIMENTAÇÃO, LOCATÁRIO deverá verificar se a FONTE de alimentação da Câmera está ligada na energia elétrica, régua ou benjamim do local;
d. Verificação de INTERNET, deverá o LOCATÁRIO realizar TESTE DE VELOCIDADE para identificar se a internet local está funcionando dentro dos padrões necessários ao funcionamento do equipamento;
e. Após feita a solicitação à EQUIPE DE MANUTENÇÃO, será realizado AGENDAMENTO por parte da equipe técnica, definindo junto ao LOCATÁRIO onde a câmera está instalada data e hora para realização da visita;
f. Visita técnica não cobre custos de reparação do sistema em caso de FALTA DE INTERNET, ALIMENTAÇÃO (ENERGIA), ROMPIMENTO DE CABO por negligência, imperícia ou imprudência, caso tenha sido realizado os procedimentos acima, e deslocando equipe técnica da LOCADORA for constatado problemas ligados aos itens acima listados será cobrado visita técnica de prestação de serviços separadamente da mensalidade de LOCAÇÃO.

Parágrafo 5º. A LOCADORA não prestará qualquer tipo de serviço, como visualização de imagens, monitoramento de imagens, o contrato é de mera LOCAÇÃO e sessão de acesso ao portal de visualização e baixa de imagens geradas pelo equipamento LOCADO, devendo ser auto gerenciado pelo LOCATÁRIO.

Parágrafo 6º. A LOCADORA não se responsabiliza pelo não funcionamento do sistema em decorrência de problemas enfrentados com o sistema de internet do LOCATÁRIO, cabendo ao mesmo fazer as correções necessárias ou adquirir pacote de internet compatível para o funcionamento das imagens, o mal funcionamento do sistema de internet não exime o LOCATÁRIO do pagamento dos valores estipulados nesse contrato.

Parágrafo 7º. Caso a LOCADORA já tenha realizado todo o trabalho de instalação dos equipamentos e em decorrência de problemas com sistema de internet do LOCATÁRIO o mesmo não consiga acessar as imagens e opte pela rescisão desse contrato no prazo estipulado em lei, fica desde já estabelecido que o LOCATÁRIO deverá arcar com todas as despesas de instalação, cabeamento e mão de obra especializada empregada, ficando desde já estipulado o valor de R$ 300,00 por câmera para pagamentos das referidas custas.

Parágrafo 8º. A LOCADORA não terá qualquer obrigação de policiar e/ou fiscalizar as informações fornecidas pela LOCATÁRIO, sendo este integralmente responsável pelas informações inseridas no Serviço. O login e senhas criados pela LOCATÁRIO para acesso ao Serviço são confidenciais e de responsabilidade exclusiva da LOCATÁRIO, que deverá entrar em contato com a LOCADORA, imediatamente, na hipótese de comprometimento do seu sigilo.

Parágrafo 9º A LOCADORA não responderá, em nenhuma hipótese, ainda que em caráter solidário ou subsidiário: por eventuais prejuízos sofridos pela LOCATÁRIO em razão de falhas nos Serviços ou nos servidores que independem de culpa da LOCADORA ou em sua conectividade com a inter-net de modo geral, falta de energia, falha nos equipamentos ou nos casos de força maior e caso for-tuito.

Parágrafo 10º. A LOCADORA não garante que as funções contidas no Serviço atendam às suas necessidades, que a operação do Serviço será ininterrupta ou livre de erros, que qualquer funcionali-dade continuará disponível ou que o Serviço será compatível ou funcione com qualquer aplicação ou serviços de terceiros.

Parágrafo 11º. Em nenhum caso a LOCADORA será responsável por danos pessoais ou qualquer prejuízo incidental, especial, indireto ou consequente, lucros cessantes, incluindo, sem limitação, prejuízos por perda de lucro, corrupção ou perda de dados, falha de transmissão ou recepção de da-dos, decorrentes ou relacionados ao seu uso ou sua inabilidade em usar o Serviço ou por qualquer outro motivo. Na eventualidade de a LOCADORA ser compelida, por decisão judicial transitada em julgado, a indenizar ou ressarcir a LOCATÁRIO por danos sofridos decorrentes deste instru-mento o valor devido à LOCATÁRIO será limitado à 20% (vinte por cento) da totalidade da quan-tia efetivamente paga pela LOCATÁRIO à LOCADORA a título de fruição das funcionalidades oferecidas pelo sistema.

CLÁUSULA TERCEIRA - DA RESPONSABILIDADE DO LOCATÁRIO

O LOCATÁRIO compromete-se a utilizar os equipamentos exclusivamente para o monitoramento das imagens via aplicativo e Web, devendo guardá-lo e conservá-lo como se seu fosse, não desgastando ou deteriorando por desídia e negligência, sob pena de arcar com perdas e danos provenientes deste ato, sem prejuízo de outras medidas cabíveis.

Parágrafo 1º. É do LOCATÁRIO o ônus da guarda e manutenção dos bens, não tendo direito de recobrar estas despesas da LOCADORA. Caso haja despesas extraordinárias em relação aos bens, a manutenção só poderá ser efetuada após autorização expressa da LOCADORA.

Parágrafo 2º. O LOCATÁRIO deverá comunicar à LOCADORA, num prazo não superior a 3 (três) dias, toda e qualquer tentativa de violação, por parte de terceiros, dos direitos de propriedade sobre os bens em LOCAÇÃO, passivo de rescisão contratual por justa causa incorrendo em multa equivalente a 50% do restante desse contrato.

Parágrafo 3º. O LOCATÁRIO deverá restituir os bens dado em LOCAÇÃO ao término do contrato ou nos casos previstos para rescisão contratual, constantes na cláusula sétima. Caso não haja a devolução do equipamento, caracterizará esbulho, valendo-se a LOCADORA de todos os meios legais para reaver a propriedade de seus bens e ou ressarcimento financeiro previsto nesse contrato.

Parágrafo 4º. O presente contrato é intransferível, sendo que os bens em LOCAÇÃO não poderão, em hipótese alguma, ser alienados, cedidos, transferidos ou transmitidos a terceiros e/ou herdeiros, seja de forma total ou parcial.

Parágrafo 5º. O LOCATÁRIO responde pelos riscos, deterioração e/ou perda, dos bens em LOCAÇÃO, em decorrência má utilização.

Parágrafo 6º. Todas as despesas para a instalação e retirada, incluindo material para esta finalidade, corre às expensas do LOCATÁRIO.

Parágrafo 7º. Caso haja necessidade de modificação do local para instalação do equipamento em LOCAÇÃO, o LOCATÁRIO deverá comunicar expressamente a LOCADORA, que ficará responsável pela alteração, devendo arcar com as despesas para tal atividade, que serão arcadas pelo LOCATÁRIO, através emissão de boleto contra a mesma.

Parágrafo 8º. O início da instalação dos equipamentos ocorrerá em até 7 (sete) dias úteis, contados da data da assinatura deste contrato.

Parágrafo 9º. Fica expressamente vedada ao LOCATÁRIO à alienação dos equipamentos locados, seja a título oneroso ou não, bem como a sublocação dos mesmos.

Parágrafo 10 º. Deverá o LOCATÁRIO, ao término do contrato, efetuar a devolução dos equipamentos em até 5 (cinco) dias úteis, mediante prévio agendamento junto a Central de Atendimento da LOCADORA, estando ciente de que o presente contrato apenas será considerado rescindido após a efetiva devolução dos mesmos.

Parágrafo 11 º. Não encontra-se abrangido por este contrato a modernização dos equipamentos locados. Tal procedimento poderá ser realizado pelo LOCATÁRIO, mediante solicitação escrita a LOCADORA, que será formalizado mediante termo aditivo, que tratará, inclusive, da readequação do valor do aluguel dos equipamentos em razão da citada modernização.

Parágrafo 12º. Os equipamentos alugados pela LOCADORA terão garantia enquanto o contrato de locação estiver vigente, com exceção de negligência do usuário, danos voluntários/involuntários.

Parágrafo 13º. Para o perfeito funcionamento do equipamento o LOCATÁRIO deverá oferecer os seguintes requisitos mínimos;

- A alimentação (energia).
- Internet condizente com a tecnologia empregada nas câmeras.
- Local para Instalação, dentro do patrimônio pertencente ao LOCATÁRIO, não sendo autorizada a instalação em postes ou qualquer material de utilização publica.
- Internet com upload superior a 5 Mbps com as portas devidamente liberadas pela provedora de internet.
- Abertura de PORTAS junto a operadora de internet LOCADORA;

PORTA    APLICAÇÃO
37777    Porta de Serviço
1025    Porta RTSP (Câmeras Nuvem)
8080    Porta HTTP, se tiver mais câmeras, 8181, 8082 e assim sucessivamente para cada câmera a ser colocada em nuvem.

A conferência se a porta está aberta poderá ser feita pelo link - http://testeportas.com.br/

Parágrafo 14º. O LOCATÁRIO terá acesso as imagens das câmeras instaladas 24hs por dia, de forma ilimitada, as imagens estarão disponíveis no próprio aplicativo e ou via Web e poderá ser acessado em qualquer hora e lugar desde que o LOCATÁRIO possua internet, cabendo ao mesmo verificar constantemente o funcionamento dos equipamentos e solicitar sempre que necessário a manutenção técnica junto a LOCADORA.

Parágrafo 15º. A LOCATÁRIO consente livre e expressamente que a LOCADORA disponibilize e/ou utilize as imagens geradas a partir da locação para acesso a órgãos públicos em geral, identificação de pessoas (seja por meio de rede neural) ou para acesso para fins de investigação policial, inclusive para divulgação pública caso seja de interesse público ou ainda as conecte com redes interligadas de órgãos públicos. Adicionalmente, a LOCATÁRIO consente livre e expressamente que a LOCADORA utilize cookies apenas para controlar a audiência e a navegação no Portal e possibilitar a identificação de serviços segmentados e personalizados ao perfil do CLIENTE. A LOCADORA garante que estas informações coletadas por meio de cookies são estatísticas e não pessoais, bem como que não serão utilizadas para propósitos diversos dos expressamente previstos neste Contrato, comprometendo-se a adotar todas as medidas necessárias a fim de evitar o acesso e o uso de tais informações por quaisquer terceiros, sem a devida autorização de acordo com o solicitado por escrito pelo LOCATÁRIO, caso contrário as imagens serão disponibilizadas publicamente com acesso controlado por login e senha, possibilitando a identificação de usuários.

CLÁUSULA QUARTA – DA REMUNERAÇÃO

O LOCATÁRIO pagará à LOCADORA de acordo com tabela acima descrita, com vencimento todo dia exposto na primeira página desse contrato.

Parágrafo 1º. Caso as partes não se manifestem ao contrário, nos termos da cláusula sexta, haverá a renovação automática deste contrato, devendo a LOCADORA emitir outros 12 (doze) boletos bancários e Nota Fiscal Eletrônica correspondente, com antecedência mínima de 30 (trinta) dias com base no último pagamento.

Parágrafo 2º. O pagamento de qualquer uma das parcelas objeto deste contrato, efetuado através de cheque, somente se considerará liquidada após o respectivo crédito na conta corrente da LOCADORA ser confirmado, ficando as eventuais quitações e deferimentos subordinados a essa condição resolutiva. O mesmo se aplica a agendamentos bancários e pagamento em caixa eletrônico.

Parágrafo 3º. Fica vedada a realização de depósitos na conta corrente da LOCADORA, como forma de pagamento de prestação, sem expressa autorização, ante a inexistência de condições materiais de identificá-los e a que se referem.

Parágrafo 4º. Os valores da contraprestação previstos nesta cláusula remuneram, exclusivamente, a prestação de serviços decorrentes deste contrato, caso haja o desenvolvimento de qualquer outra atividade por parte da LOCADORA para com a LOCATÁRIO, esta deverá ser objeto de outro contrato e deverá ser onerado de acordo com ele.

Parágrafo 5º. Em caso de arrombamento, após as medidas citadas na cláusula segunda, a LOCADORA estará dispensada de manter um funcionário no estabelecimento da LOCATÁRIO, contudo, desde já fica autorizado a LOCADORA a ceder, desde de haja disponibilidade, um funcionário para zelar pelo estabelecimento até o horário de expediente do dia seguinte, devendo ser faturado em nome do LOCATÁRIO as custas de R$30,00 a hora do serviço prestado pela LOCADORA, que será feito através emissão de boleto bancário, com vencimento para o próximo dia de pagamento previsto para a parcela de monitoramento, acordado nesse contrato.

Parágrafo 6º. Para os clientes de LOCAÇÃO de equipamento as parcelas serão pagas sempre na modalidade antecipada, ou seja, 30 dias imediatamente anterior ao fechamento do período em que será prestado o referido serviço.

CLÁUSULA QUINTA – DO INADIMPLEMENTO CONTRATUAL

Havendo o termo contratual ou rescisão e não havendo a devolução dos bens, a LOCADORA poderá expedir notificação extrajudicial para que o LOCATÁRIO o faça em 48 (quarenta e oito) horas, sob pena de constituir-se em mora e obrigando-o ao pagamento de aluguel no importe ao mesmo valor estabelecido nesse contrato, com emissão de boletos bancários pela LOCADORA, desde a mora até a devida devolução, sem prejuízo das medidas judicial cabíveis, perdas e danos, custas e honorários advocatícios.

Parágrafo 1º. Caso não haja o pagamento, os boletos deverão ser corrigidos com juros moratórios de 1% (um por cento) ao mês, multa moratória de 2% (dois por cento) e correção monetária conforme índice do IGP-M da FGV.

Parágrafo 2º. O pagamento do aluguel é derivado da mora e não descaracteriza o LOCAÇÃO ou faz do LOCATÁRIO inquilino.

Parágrafo 3º. Caso haja a perda ou danos no equipamento, de acordo com o parágrafo 3º da cláusula terceira, o LOCATÁRIO deverá ressarcir a LOCADORA no valor integral dos bens, a serem vendidos pela TABELA DE VENDAS do LOCADORA na época do sinistro.

Parágrafo 4º. Não havendo a devolução do equipamento nos termos deste contrato, o LOCATÁRIO, constituir-se-á em mora, caracterizando-se o esbulho, autorizando a LOCADORA a ingressar com ação judicial cabível, devendo o LOCATÁRIO arcar com todas as despesas extrajudiciais e judiciais e honorários advocatícios, podendo ainda responder pelo crime de estelionato, constante no art. 171, § 2º do Código Penal Brasileiro.

Parágrafo 5º. As partes atribuem ao presente contrato plena eficácia e força executiva extrajudicial e que se regerá pela legislação civil vigente.

Parágrafo 6º. Os acessos ao aplicativo e portal web serão automaticamente bloqueados a partir do 30 dia de inadimplência, não isentando o cliente do pagamento das mensalidades subsequentes.

CLÁUSULA SEXTA – DA VIGÊNCIA

Esse contrato terá vigência descrita na primeira Página desse contrato.

Parágrafo 1º. Caso não haja manifestação expressa das partes sobre rescisão do presente contrato, haverá a renovação automática para os próximos 12 (doze) meses subsequentes e assim sucessivamente, tal renovação se dará através aceite eletrônico ou presencial de ADENDO CONTRATUAL, caso não o faça após expedido o mesmo será considerado renovado após 5 dias uteis da emissão de adendo contratual.

Parágrafo 2º. O contrato de LOCAÇÃO será reajustado pelo índice do IGP-M – FGV e incidirá anualmente após os primeiros 12 (doze) meses de contrato de LOCAÇÃO.

CLÁUSULA SETIMA – DA RESCISÃO CONTRATUAL

Parágrafo 1º. O contrato também poderá ser rescindido em caso de violação de quaisquer das cláusulas deste contrato, pela parte prejudicada, mediante denúncia imediata, sem prejuízo de eventual indenização ou ação judicial cabível.

Parágrafo 2º. Qualquer tolerância das partes quanto ao descumprimento das cláusulas do presente contrato constituirá mera liberalidade, não configurando renúncia ou novação do contrato ou de suas cláusulas que poderão ser exigidas a qualquer tempo.

Parágrafo 3º. Constituem infrações contratuais para a rescisão deste instrumento, entre outros: a) a utilização dos bens em LOCAÇÃO de forma diversa do contratado; b) ceder, alienar, transferir ou transmitir os equipamentos em LOCAÇÃO a terceiros e/ou herdeiros; c) insolvência ou falência de qualquer das partes; d) necessidade urgente da LOCADORA, superveniente ao contrato.

Parágrafo 4º. A rescisão do presente contrato não exime o LOCATÁRIO da mora, devendo efetuar o pagamento dos valores devidos a título de aluguel, por perdas e danos, despesas extrajudiciais, custas judiciais e honorários advocatícios, devidamente atualizados.

Parágrafo 5º. Em caso de rescisão de contrato e o LOCATÁRIO não respeitando o prazo de 48hs para devolução dos equipamentos listados na cláusula primeira, fica autorizado o LOCADORA faturar boleto bancário e nota fiscal no valor dos produtos listados na cláusula primeira em nome do LOCATÁRIO e em favor do LOCADORA.

Parágrafo 6º. A rescisão imotivada antes do termo final do presente instrumento, implicará no pagamento de multa rescisória equivalente a 50% (cinquenta por cento) do saldo remanescente do contrato, sendo emitido boleto bancário, cobrável extrajudicial ou judicialmente, nos termos da cláusula quarta.

CLÁUSULA OITAVA – DA AUTORIZAÇÃO DE USO DE IMAGEM e SEÇÃO DE DIREITO DE USO

Pelo presente instrumento particular e na melhor forma de direito, o (a) LOCATÁRIO autoriza a LOCADORA, desde já, em caráter irretratável e irrevogável, a:

Parágrafo 1º. Utilizar e veicular as fotografias e ou gravações realizadas com o registro da imagem do (a) LACATÁRIO, bem como demais pessoal que  por ventura foram registradas pelo equipamento locados pela LOCADORA, seja em “folder”, com ou sem fins publicitários, institucional ou não, sem qualquer limitação de números de inserções e reproduções.

Parágrafo 2º. Utilizar e veicular as fotografias e ou gravações de vídeos acima referidas no site da LOCADORA na Internet, mídias sociais, imprensa de qualquer natureza, nas redes Intranet e Extranet da LOCADORA (redes de computadores restrita aos seus funcionários, fornecedores e empresas franqueadas).

Parágrafo 3º. Fornecer as fotos e ou gravações bem como acesso para que o façam aos órgãos de segurança pública, como policias militares, civis e federais, guardas patrimoniais, policia rodoviária estadual ou federal dentre outros órgãos cujo haja interesse em utilizar as imagens para fins de investigação ou elucidação de crimes e ou delitos ou mesmo interesse distinto, bem como aos órgãos de imprensa (televisão, cinema, mídias impressa e alternativa, empresas de mídia web e outras)

Parágrafo 4º Utilizar as fotografias e ou gravações de vídeos na produção de quaisquer materiais publicitários e promocionais, ou não, para fins de divulgação do “folder”, pagina web,  da LOCADORA e de outro que se fizer necessário, tais como, exemplificativamente, anúncios em revistas e jornais, folhetos, cartazes, “posters”, filmes publicitários, “out door” e “bus door”, dentre outros, a serem veiculados, no Brasil e/ou no exterior, em quaisquer veículos, formatos e mídia (televisão, cinema, mídias impressa e alternativa, etc.), sem limitação de número de inserções e reproduções;

Parágrafo 5º. Utilizar as fotografias e gravações para a produção de materiais publicitários institucionais da LOCADORA a serem veiculados nas mesmas condições previstas na alínea anterior;

Parágrafo 6º. Pela concessão de imagem e autorização de uso não será cobrado nenhum valor da LOCADORA nem mesmo da LOCATÁRIA.

Parágrafo 7º. Tal autorização se estende a todo e qualquer indivíduo que fizer parte de ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, ASSOCIAÇÃO DE MORADORES e ou participar do PROJETO SHARING CAM, ficando expressamente claro que as condições de divulgação das imagens e ou materiais publicitários estarão descritos na pagina do projeto, lp.vigivel.com.br ou www.vigivel.com.br,  ficando desde já autorizado pelos participantes desses convênios e parcerias, por intermédio de seus representantes a utilização das imagens identicamente aos expostos nos parágrafos acima.

Parágrafo 8º. O presente contrato é firmado em caráter irretratável e irrevogável, pelo mesmo obrigando-se as partes, em todos os seus termos, por si, seus herdeiros e sucessores.

CLÁUSULA NONA – DO FORO

Fica eleito o foro da comarca de Cascavel, Estado do Paraná, para dirimir qualquer demanda judicial relativa ao presente contrato, com exclusão de qualquer outro.

 

 

 

 

 

 

 

Seja Patrocinador

Empresários podem apoiar o projeto, patrocinando câmeras em sua região de preferência. Além de contribuir com a segurança da população e da sua cidade, poderá divulgar sua marca em espaços digitais e físicos.

Diretrizes para Patrocínio Totem de Reconhecimento Facial Quero ser um Patrocinador

Quero ser um Patrocinador

Quero APOIAR, patrocinando câmeras!

Anexe a sua logo (quadrada nos formatos .jpg ou .png)

Leve Para Sua Cidade

Para firmar convênio é necessário que um ORGANIZADOR, procure o AGENTE DE EXPANSÃO na cidade ou região, para orientação a respeito das diretrizes para firmar convênios.



Veja o passo a passo Conheça o projeto cidade segura
  • 1 - REUNIÃO DE INTEGRAÇÃO

    O ORGANIZADOR (presidente de bairro, líder de rua, prefeito ou presidente de associação comercial) irá prover um REUNIÃO DE INTEGRAÇÃO entre os participantes do projeto e o AGENTE DE EXPANSÃO DO PROJETO, na REUNIÃO PRELIMINAR será apresentado o projeto pelo AGENTE DE EXPANSÃO da região, cidade ou bairro tirando as duvidas sobre o funcionamento do sistema, benefícios oferecidos e demais informações.

  • 2 - DEFINIÇÃO DE VALORES PARA PARTICIPAÇÃO

    Após apresentação do projeto será definidos a METODOLOGIA ESPECIFICA de RATEIO para grupo em questão, apresentamos o exemplo a seguir, que tem sido aplicado na maioria dos convênios estipulados.

    Exemplo 1 Exemplo 2

  • 3 - ASSINATURA DE CONVÊNIO

    Após esclarecidos as condições para realização de convênio, será firmado CONTRATO entre os participantes do projeto, com o objetivo de FORMALIZAR a parceria constituída, nesse contrato deverá constar todas as condições para todas as partes bem como a participação de cada um no projeto, suas obrigações bem como direitos.

  • 4 - REUNIÃO DE APRESENTAÇÃO DO PROJETO AOS PARTICIPANTES

    Nessa reunião o ORGANIZADOR irá apresentar o projeto, caso precise de apoio poderá solicitar ao AGENTE DE EXPANSÃO da sua região, será explicados todos os benefícios, retirada de duvidas e repassado os valores para implementação do projeto, será disponibilizado a partir desse momento CAMPANHA DE ARRECADAÇÃO DE DOAÇÕES, e será disponibilizado no site do projeto. http://lp.vigivel.com.br/ no campo COMO ADERIR AO PROJETO em CONVÊNIOS ATRAVÉS METODOLOGIA DE RATEIO, as os links para arrecadação, a campanha irá definir META e PRAZO para que o projeto seja implementado, contudo poderá ser implementado mesmo que NÃO ATINJA a meta estipulada, proporcionalmente aos valores arrecadados.

  • 5 - DIVULGAÇÃO E CAPTAÇÃO DE RECURSOS

    A divulgação do projeto é fator decisivo para captação de recursos, sugerimos a criação de GRUPOS DE WHATAPP que proporcionem a discussão e retirada de duvidas sobre o projeto, além de apresentar de forma física e interindividual os moradores sem acesso a tecnologia, dividir e atribuir funções irá ajudar o ORGANIZADOR a atingir o maior publico possível, sugerimos que para cada rua seja determinado um RESPONSÁVEL que irá explicar o projeto em um escalão menor e demonstrar as funções do sistema e seus benefícios.

O projeto Sharing Cam já está em mais de 16 cidades, seja em pleno funcionamento, seja em desenvolvimento junto aos órgãos parceiros.

Orientações Gerais

Muito obrigado por colaborar para tornar nossa cidade mais inteligente e segura! Aqui você pode acessar um RESUMO DE ORIENTAÇÕES AO PARTICIPANTE, tutoriais e diversos tópicos de interesse geral, para auxílio dos participantes do SHARING CAM.

  • Vídeos Tutoriais

  • Faturamento

  • Orientações Sobre a Internet

  • Orientações Sobre Energia Elétrica

  • Material para Download

  • Instalação/Manutenção

  • Solicitar Inclusão em Grupo

  • Órgãos de Segurança

Escolha uma das opções acima para saber mais informações.

Vídeos Tutoriais

Aprenda como utilizar as ferramentas disponibilizadas pela plataforma de Câmeras em Nuvem.

  • COMO ACESSAR O PORTAL DO CLIENTE (2ª VIA DO BOLETO, FATURA)

  • COMO ACESSAR SHARING CAM PELO PORTAL WEB

  • COMO ATIVAR O RECEBIMENTO DE ALERTA NO APLICATIVO SHARING CAM

  • COMO SE CADASTRAR E ACESSAR A PLATAFORMA

  • COMO UTILIZAR O APLICATIVO SHARING CAM NO CELULAR

Faturamento

As DUAS FORMAS DE ADESÃO, INDIVIDUAL ou COLETIVA (através de convênio de instalação de novas câmeras, ou compartilhando câmeras particulares, com a plataforma de armazenamento em nuvem) são relacionadas abaixo, quanto a metodologia de faturamento, de acordo com cada modalidade de adesão:

 

INDIVIDUAL

A contratação INDIVIDUAL é regida pelo contrato de LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, respeitando os seguintes procedimentos:

- O faturamento é realizado APÓS a INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS;

- O contrato tem duração de 24 meses;

- O boleto é enviado ao e-mail do contratante;

- O pagamento é MENSAL;

 

COLETIVO

A contratação COLETIVA respeita as seguinte premissas;

- O faturamento é realizado ANTES DA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS;

- O contrato tem duração de 12 meses;

- O faturamento pode ser feito através de boleto, enviado ANUALMENTE ou através da plataforma KICKANTE;

 

EMISSÃO DE BOLETO 

O boleto ANUAL é emitido individualmente e encaminhado a TODOS OS PARTICIPANTES através do E-MAIL informado, e pode ser acompanhado pelo RESPONSÁVEL OU COORDENADOR do projeto, respeitando o contido no documento ORIENTAÇÕES DO PROJETO SHARING CAM. Caso seja solicitada a fiscalização sobre os PAGAMENTOS REALIZADOS, poderá ser feita em conjunto com o setor financeiro do Grupo Vigivel.

PLATAFORMA KICKANTE

O boleto é emitido AUTOMATICAMENTE na página do Kickante, com opção de pagamento em até 6X no cartão de crédito (desde que a plataforma libere a forma de parcelamento, a quantidade de vezes poderá variar de acordo com a valor da contribuição).

 

Todos os cadastros são confirmados pela empresa instaladora, através de ligações telefônicas, registradas para fins de comprovação.

Ao se inscrever, automaticamente o aderente contratará o plano escolhido, se tornando passivo de cobrança por parte da empresa VIGIVEL.

 

IMPORTANTE

A EMISSÃO DE 2ª VIA DO BOLETO pode ser feita através do PORTAL DO CLIENTE VIGIVEL.

 

 

 

 

 

 

 

Orientações Sobre a Internet

1.     ORIENTAÇÕES SOBRE INTERNET

a.        O sistema de internet é a única conexão entre a câmera e a gravação em nuvem, portanto caso haja interrupção do fornecimento de internet o sistema de câmera não funcionará corretamente.

b.        Caso o equipamento não possua sistema de IP FIXO PRÓPRIO o participante do projeto terá um custo adicional de R$ 7,90 para contratação do DDNS próprio, serviço que irá fixar o IP das câmeras para que não haja oscilação das imagens.

c.        Na maioria dos lugares é possível acessar o MODEM para configuração e abertura de portas, caso isso não seja possível o participante do projeto deverá solicitar abertura das portas junto a mesma.

d.         É recomendado que a internet possua uma taxa de DOWNLOAD de no mínimo 15Mb e uma taxa de UPLOAD superior a 5Mb para funcionamento de até 2 câmeras. Caso possua mais câmeras é recomendado o acréscimo de 5Mb de UPLOAD e 5Mb de DOWNLOAD para cada duas câmeras instaladas, a taxa MINIMA de consumo é de 0,7 MB por câmera instalada para fins de cálculos OBRIGATÓRIOS.

e.        Caso o participante não consiga alterar seu pacote de dados para melhor funcionamento a empresa terá que alterar as configurações da(s) câmera(s) para reduzir qualidade da imagem, consumindo menos UPLOAD da rede bem como OCORRERÁ oscilações na gravação visualizado na TIME LINE.

f.          É importante que o participante do projeto se certifique que há espaço em seu modem para conexão das câmeras, caso não haja espaço deverá ser adquirido um roteador para instalação das câmeras.

g.        Depois de configuradas as câmeras NÃO PERDEM MAIS SUAS CONFIGURAÇÕES, portanto toda vez que a internet oscilar, ou a luz cair as câmeras voltarão a funcionar normalmente.

h.        Caso seja trocada OPERADORA DE INTERNET ou TELEFONIA, deverá ser comunicado IMEDIATAMENTE a empresa responsável pelas câmeras para que seja realizada NOVA CONFIGURAÇÃO do sistema de câmeras, essa configuração terá custo adicional conforme tabela fornecida pela empresa.

i.          Após definido local de instalação e instaladas as câmeras o participante do projeto NÃO PODERÁ mais fazer alteração dos locais de instalação, podendo a alteração de layout gerar nova taxa de instalação;

j.          Caso o sistema venha a apresentar problemas o participante do projeto deverá solicitar O.S – Ordem de Serviço a empresa responsável, antes de solicitar a O.S. é importante verificar se o modem está ligado, executando um teste de UPLOAD e DOWNLOAD pelo site https://www.minhaconexao.com.br/

k.        Caso a taxa de transmissão esteja abaixo da especificada, o participante do projeto deverá solicitar ampliação da banda de internet. Se nosso técnico identificar que o problema é ocasionado por falta de banda, a visita técnica será cobrada normalmente de acordo com tabela praticada pela empresa.

Para verificar se a câmera está ligada, basta escurecer a lente dela, caso esteja chegando alimentação, os leads vermelhos irão acender.

Você pode acessar um RESUMO DE ORIENTAÇÕES AO PARTICIPANTE aqui!

 

 

 

 

 

Orientações Sobre Energia Elétrica

  • Para que a câmera funcione é necessário que receba 12V de energia, sendo aceita oscilação de até 10%, para mais ou menos. Caso a alimentação PARE de chegar, APÓS a instalação do sistema ter sido CONFERIDA pelo usuário e FINALIZADA, a manutenção por falta de alimentação terá custo de ORDEM DE SERVIÇO, conforme previsto em contrato.
  • Caso falte energia elétrica o sistema NÃO FUNCIONARÁ. É comum em local final de linha, ocorrer oscilação de tensão na corrente elétrica, devido manutenção das linhas elétricas, podendo danificar o sistema de câmeras. Sugere-se utilização de sistema No-break, estabilizador ou similar, para evitar quedas bruscas e garantir o funcionamento do MODEM DE INTERNET e CÂMERAS.
  • Caso não possua sistema no-break ou estabilizador e ocorra dano, causado por descarga elétrica, o usuário deverá arcar com as despesas de manutenção do equipamento;
  • Os CABOS de rede que ligam as CÂMERAS ao MODEM de internet, não podem passar por tubulação com energia elétrica, pois poderá causar oscilação nas imagens, prejudicando o funcionamento das câmeras.
  • Antes de solicitar Ordem de Serviço, por favor, verificar se o modem está ligado à energia, assim como as câmeras. Caso seja solicitada ORDEM DE SERVIÇO e contatado FALHA DE ALIMENTAÇÃO, será COBRADA a ORDEM DE SERVIÇO de acordo com tabela praticada pela empresa.

 

Instalação/Manutenção

O projeto será desenvolvido com base em DUAS FORMAS DE ADESÃO, participantes que realizaram a adesão INDIVIDUALMENTE, seja através convênio, seja possuindo câmeras e apenas compartilhando as mesmas junto a plataforma de gravação em nuvem ou participantes que realizaram a adesão de forma COLETIVA, abaixo descreveremos a metodologia de faturamento de acordo com cada modalidade de adesão;

INDIVIDUAL

A contratação individual respeitará as regras de contrato de LOCAÇÃO DE EQUIPAMENTOS, e o procedimento respeitará as seguintes premissas;

- Faturamento será realizado após a INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS;

- Contrato terá duração de 24 meses;

- Faturamento será realizado através emissão de boleto enviado no e-mail do contratante;

- O pagamento será realizado MENSALMENTE;

 

COLETIVO

A contratação de forma COLETIVA respeitará as seguinte premissas;

- O faturamento será realizado ANTES DA INSTALAÇÃO DOS EQUIPAMENTOS;

- O contrato terá duração de 12 meses;

- O pagamento será realizado ANUALMENTE, em um unico boleto;

- O faturamento poderá ser realizado de duas formas diferentes, envio de BOLETO ou pagamento através plataforma KICKANTE;

 

EMISSÃO DE BOLETO 

O faturamento do boleto ANUAL é encaminhado a TODOS OS PARTICIPANTES através do E-MAIL informado. O boleto é emitido individualmente para os participantes, e pode ser acompanhado pelo RESPONSÁVEL OU COORDENADOR do projeto, respeitando o contido no documento ORIENTAÇÕES DO PROJETO SHARING CAM.

Caso seja solicitada a fiscalização sobre os PAGAMENTOS REALIZADOS, poderá ser feita em conjunto com o setor financeiro do Grupo Vigivel.

PLATAFORMA KICKANTE

A emissão do boleto será realizada AUTOMATICAMENTE pela plataforma, o contribuinte ainda poderá optar pelo pagamento em  até 6X no cartão de crédito desde que a plataforma libere a forma de parcelamento, a quantidade de vezes poderá variar de acordo com a valor da contribuição.

 

Todos os cadastros realizadas via Web ou Portal serão confirmados através ligação realizada pela empresa instaladora, ligações essas gravadas nos sistemas da credenciada para fins de cobrança.

Ao se inscrever no projeto automaticamente o aderente estará contratando o plano escolhido, e estará passivo de cobrança por parte da empresa VIGIVEL.

 

IMPORTANTE

A EMISSÃO DE 2ª VIA DO BOLETO pode ser feita através do PORTAL DO CLIENTE VIGIVEL.

 

 

 

Solicitar Inclusão em Grupo

Para quem já fez a ADESÃO AO PROJETO, fez o CADASTRO ATRAVÉS PLATAFORMA, e faz parte de algum GRUPO ESPECIFICO de compartilhamento de informações, como vizinho solidário, poderá solicitar a inclusão no respectivo grupo clicando abaixo;

Órgãos de Segurança Pública

Servidores dos órgãos de SEGURANÇA PÚBLICA (Guardas Municipais, Polícias) podem se CADASTRAR NA PLATAFORMA DE CÂMERAS e SOLICITAR INCLUSÃO EM GRUPOS de MONITORAMENTO, para acompanhar CHAT, ALERTAS EMITIDOS e outras atividades.

Sua identidade será confirmada junto a organização a que pertença, essa medida é adota com o objetivo de resguardar a segurança a informação e aos dados contidos na plataforma de câmeras Sharing Cam.

Caso queira fazer parte de um grupo especifico de MORADORES, CIDADES ou INSTITUIÇÕES, onde possa ter acesso ao CHAT, EMISSÃO DE ALERTAS e ou DETECÇÃO DE MOVIMENTO, informe o o bairro, cidade ou grupo pretende ter acesso a essas informações.

Baixe o app e tenha acesso às imagens do seu sistema de câmeras!

Apple Store Google Play
Desenvolvido por goutnix.com.br